Nesta quarta-feira (10) os trabalhadores(as) da Companhia de Gás do Ceará – Cegás realizaram sua 1ª paralisação em protesto por melhores salários e pela implantação do Plano de Cargos.

ESCUTE A ENTREVISTA DO DIRETOR DO SINDIPETRO, IRAZER LIMA, NA RÁDIO UNIVERSITÁRIA FM SOBRE O ATO.

[jwplayer config=”audio-conteudo” mediaid=”3254″]

Essa paralisação se deu por conta da negociação do Acordo Coletivo de Trabalho(ACT -2013) que vem sendo negociado desde Dezembro de 2012 entre a direção da empresa e o Sindipetro-CE/PI, entidade sindical que representa a Categoria.

Rafael Augusto: como se pode dizer que o governo usa o mesmo cálculo de reajuste salarial se o salário inicial da Cagece é bem maior que o nosso?

Apesar de avanços identificados no decorrer das quatro reuniões de negociações, a Categoria considerou a última proposta abaixo do e decidiu por um dia de paralisação como advertência, marcado para o dia de ontem.

Durante a paralisação a direção da Cegás, sob o acompanhamento do Sindipetro, aceitou conversar com a Categoria sobre as questões da proposta, expondo seus limites e possibilidades no que terminou com a garantia de uma nova formulação de proposta que deverá ser apresentada ao Sindipetro na próxima segunda-feira para uma nova avaliação da Categoria.

Foi um dialogo no qual o Sindipetro declarou como “tribuna aberta” entre a Gestão da empresa e seus trabalhadores(as) marcada pela franqueza, educação e decência.

Ao final do debate a Categoria considerou o fato da Diretoria da empresa ter se colocada ao dialogo e numa demonstração de sabedoria reavaliou sua posição e suspendeu a paralisação, ao meio dia e meia, retornando ao trabalho, entretanto mantendo o espírito do movimento.

Uma Categoria ainda jovem superou seus temores diante da inexperiência da luta, mostrou união e determinação com o engajamento de 70% o que a faz se perceber, desde então, como um grupo social organizado e como tal, o pertencimento à Classe Trabalhadora.

Essa paralisação já trás como vitória o inicio de um processo de quebra de padrões de uma cultura interna de indiferença e, no calor da Luta, esses trabalhadores e trabalhadoras forjaram sua identidade de Classe e entram para a história dos movimentos operários no Brasil.

Rômulo Moreira: nós entendemos a situação da empresa, mas um aumento de 3% não faz nenhum trabalhador se sentir valorizado.

Franciso Alves: Porque a CEGÀS usa só as menores empresas de Gás do Nordeste para comparar o preço de mercado com o nosso?

João: sugiro que seja feita uma pesquisa mais abrangente e transparente de mercado, de salários, investimentos e lucros, para levantarmos mais dados.

 

Encaminhamentos

A diretoria da CEGÀS marcou uma reunião com a diretoria do Sindipetro Ce/PI na próxima segunda-feira (15/10) para uma renegociação da ACT-2013. Os trabalhadores concordaram em manter estado de greve. Caso o processo de negociação não tenha resultados, haverá greve.

 

Veja a repercussão da paralisação na imprensa

JORNAL O ESTADO CE – Trabalhadores vão paralisar a produção de gás 

Vermelho – Trabalhadores paralisam produção de gás no Ceará 

Ceará News – Trabalhadores da Cegás rejeitam proposta e paralisam atividades amanhã

Jornal O POVO (blog do Eliomar) – Funcionários da Cegás anunciam paralisação para esta 4ª feira

Tribuna do Ceará (Jangadeiro/Band News) – Funcionários da Companhia de Gás do Ceará paralisam atividades