No Ceará, petroleiros rejeitam proposta para o ACT e aprovam greve dia 26/10

No Ceará a categoria petroleira já decidiu: é greve partir do dia 26/10. Os trabalhadores também rejeitaram a proposta intermediada pelo TST para o Acordo Coletivo de Trabalho. As decisões foram tomadas após intenso debate nas assembleias que aconteceram em todas as unidades da Petrobras no Ceará.

A estratégia da Petrobrás de mandar a alta gerência para participar das assembleias e assim intimidar a categoria para que votasse  pela aprovação da proposta não deu resultado. Não adiantou a pressão e nem o assédio, os petroleiros votaram de acordo com as suas próprias consciências e a orientação do sindicato e da FUP.

Veja os indicativos aprovados

Indicativos da FUP
• Rejeição da proposta apresentada pelo TST no dia 19/09;
• Aprovação dos itens encaminhados ao TST, em 26/09, como melhoria à proposta do Tribunal;
• Condicionar a assinatura da eventual aprovação das propostas às assinaturas dos acordos coletivos de trabalho das subsidiárias e da Araucária Nitrogenados;
• Caso não ocorra negociação, greve a partir da zero hora do dia 26/10.

Confira abaixo o resultado:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SINDIPETRO-CE/PI

Avenida Francisco Sá, 1823, Jacarecanga - CEP: 60010-450
(85) 3238-6355 / imprensa@sindipetroce-pi.org.br