Petroleiros e petroleiras reafirmam luta pela soberania nacional

Os petroleiros e petroleiras presentes à 8ª Plenária Nacional da FUP, em Belo Horizonte, aprovaram por unanimidade um amplo calendário de lutas em defesa da soberania nacional e a construção de uma greve forte e unitária em todo o Sistema Petrobrás contra as privatizações, por preços justos para os combustíveis, em defesa da liberdade e autonomia sindical e por nenhum direito a menos.

A plenária endossou o indicativo da FUP e da FNP de rejeição da proposta de Acordo Coletivo apresentada pela Petrobrás no último dia 22 e uma série de mobilizações para barrar a venda das refinarias e demais unidades em processo de privatização e evitar o desmonte dos direitos da categoria. Os petroleiros também reafirmaram o enfrentamento ao projeto ultraliberal do governo Bolsonaro de destruição de direitos e conquistas sociais do povo e desnacionalização dos recursos estratégicos da nação.

A participação na greve geral do dia 14 de junho foi aprovada por unanimidade, com indicativo para que os trabalhadores realizem paralisações de 24 horas em todo o Sistema Petrobrás. Será o esquenta para a grande greve nacional da categoria. “Muitos são os nossos desafios. Enfrentamos o golpe e agora um governo fascista que está acabando com o país, quer entregar a Petrobrás e o pré-sal e aniquilar as organizações sindicais. Sabemos que a nossa luta não será fácil, como nunca foi. Mas não estamos sozinhos e saímos dessa plenária de cabeça erguida, com a certeza de que venceremos esse desafio, pois a resistência está no DNA dos petroleiros”, afirmou o coordenador da FUP, José Maria Rangel.

A 8ª Plenafup também aprovou por unanimidade moções pela liberdade Luís Inácio Lula da Silva e da secretária-geral do Partido dos Trabalhadores da Argélia, Louisa Hanoune, que, assim como o ex-presidente brasileiro, foi presa arbitrariamente para ser impedida de concorrer às eleições em seu país.

Petroleiros e petroleiras, luta e resistência!

Em defesa da soberania nacional

Contra as privatizações

Por preços justos para os combustíveis

Nenhum direito a menos

Imprensa da FUP | Foto: Luciana Fonseca (Sindipetro-NF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SINDIPETRO-CE/PI

Avenida Francisco Sá, 1823, Jacarecanga - CEP: 60010-450
(85) 3238-6355 / imprensa@sindipetroce-pi.org.br