Ato na Lubnor mostra que categoria não se curvará ao entreguismo

A categoria petroleira cearense mostrou força no ato nacional contra a venda das refinarias hoje (30), em frente ao portão administrativo da Refinaria de Lubrificantes do Nordeste.

“Quando Castello Branco afirmou que vai vender 8 das 13 refinarias brasileiras, ele mexeu com a categoria mais forte e organizada deste País. Ao listar as refinarias, ele listou o nome de todos os empregados da Petrobras, inclusive os das unidades que não estão na lista de venda imediata”, afirma a FUP em seu site.

Participaram do ato a Federação Única dos Petroleiros, a Central Única dos Trabalhadores, CSP/Conlutas, Sintramico, Sintro, Movimento Luta de Classes (MLC), União da Juventude Rebelião, Movimento dos atingidos por Barragens (MAB), Associação dos Funcionários do BNB e o Vereador Ronivaldo (PT).

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Iniciando agora o ato nacional em defesa das refinarias.

Uma publicação compartilhada por Sindipetro Ceará-Piauí (@sindipetro) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Henrique, da Associação do BNB, apoia a luta dos Petroleiros.

Uma publicação compartilhada por Sindipetro Ceará-Piauí (@sindipetro) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Fábio, da União da Juventude Rebelião, estudante, fala porque defende a Petrobrás como patrimônio nacional.

Uma publicação compartilhada por Sindipetro Ceará-Piauí (@sindipetro) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Eudes, trabalhador da Lubnor, se questiona: “Será que os caminhoneiros são mais fortes de uma categoria que produz o diesel”?

Uma publicação compartilhada por Sindipetro Ceará-Piauí (@sindipetro) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Eudes, trabalhador da Lubnor, se questiona: “Será que os caminhoneiros são mais fortes de uma categoria que produz o diesel”?

Uma publicação compartilhada por Sindipetro Ceará-Piauí (@sindipetro) em

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

Ivanilson, do Movimento dos Atingidos por barragens (MAB), afirma que a defesa da Petrobrás é uma luta de todos os brasileiros.

Uma publicação compartilhada por Sindipetro Ceará-Piauí (@sindipetro) em

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SINDIPETRO-CE/PI

Avenida Francisco Sá, 1823, Jacarecanga - CEP: 60010-450
(85) 3238-6355 / imprensa@sindipetroce-pi.org.br