Sindipetro solidariza-se com greve dos professores de Fortaleza

 

Diretores do Sindipetro CE/PI participaram de um ato organizado pelo SindiUTE na Câmara Municipal de Fortaleza onde prestaram solidariedade à categoria de professores que reivindicavam o pagamento do piso do magistrado.

Na ocasião, Jorge Oliveira, presidente do Sindipetro CE/PI, aproveitou para defender a Petrobrás enquanto estatal que desenvolve o País, base de investimentos nas áreas de saúde e educação e pedir solidariedade recíproca para a greve dos petroleiros que se aproxima. “Nossa resposta também será greve, uma grande greve nacional. A Petrobrás faz parte do patrimônio nacional e queremos contar com o apoio de vocês na nossa greve”, disse.

Jorge ainda aproveitou o momento para defender o uso do pré-sal para a educação e explicar o preço abusivo do gás e da gasolina na gestão golpista de Pedro Parente e Michel Temer.

Representando a Federação Única dos Petroleiros, Emanuel Menezes afirmou que “O Brasil que eles querem, é um Brasil sem educação, sem valorização dos professores, que sequer controla seus próprios recursos naturais, que fica totalmente a mercê do capital estrangeiro. Professor que não é valorizado tem que dar essa resposta: greve. Essa é a arma do trabalhador!”, finalizou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SINDIPETRO-CE/PI

Avenida Francisco Sá, 1823, Jacarecanga - CEP: 60010-450
(85) 3238-6355 / imprensa@sindipetroce-pi.org.br