Petroleiros, a vitória da greve é responsabilidade de todos nós

Nesse momento em que as camadas mais pobres da sociedade são esmagadas em sua dignidade pela política de preços de Pedro Parente, que negou a cerca de 1 milhão de lares o acesso a um simples botijão de gás de cozinha, os trabalhadores do país voltam as suas atenções para a mobilização dos petroleiros.

Há muito tempo esperávamos pela oportunidade de desmentir todas as calúnias fabricadas pela grande mídia, porta-voz do mercado, contra a nossa categoria. Essa é a chance de mostrar que nós petroleiros queremos uma Petrobrás que sirva aos trabalhadores brasileiros, fomentando o desenvolvimento nacional com a geração de empregos e aportando investimentos para a saúde e educação.

Precisamos deflagrar uma greve que impeça a entrega das unidades da Exploração e Produção, Refino, Energia e subsidiárias, indispensáveis para a manutenção da integração da cadeia produtiva. O engajamento de todos é fundamental nessa conjuntura política para conseguir apoio da sociedade e interromper esse crime de lesa pátria que o País vem sofrendo.

O povo espera do movimento petroleiro a luta pela redução do preço dos combustíveis e para isso devemos lutar por uma Petrobrás 100% Estatal e operando em sua plena capacidade de refino.

Estamos passando pelo momento mais delicado e perigoso na história da Petrobras e o sucesso da greve é de responsabilidade de todos os petroleiros, sem exceção:  administrativo, manutenção, operação, segurança, tecnologia da informação, recursos humanos, etc.

Nesse momento, não aderir à greve convocada pela FUP e seus sindicatos significa assinar embaixo  todas as ações de Parente e Temer na destruição do maior patrimônio do povo brasileiro.

A imagem dos petroleiros e da Petrobrás perante a sociedade será consolidada com a nossa força. Nosso sacrifício sempre foi pela defesa do país. A sociedade está atenta à greve dos petroleiros e espera de nós a vitória contra Temer e Parente.

A sociedade nos apoiará. Nossa luta é pela dignidade do povo. Esses três dias são decisivos para mostrar nossa unidade.

Todos contra a entrega do Sistema Petrobrás.

Todos contra o aumento dos combustíveis.

Privatizar faz mal ao Brasil.

Fora Pedro Parente!

DIREÇÃO DO SINDIPETRO CEARÁ/PIAUÍ.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SINDIPETRO-CE/PI

Avenida Francisco Sá, 1823, Jacarecanga - CEP: 60010-450
(85) 3238-6355 / imprensa@sindipetroce-pi.org.br