Chegou a hora de nos unirmos e reinvidicarmos os nossos direitos

Foto: Maycon SuldanCompanheiras e companheiros,

http://www.deyvidbacelar.com.br/wp-content/uploads/2015/07/Informativo-Deyvid-Julho.pdf 

A Petrobrás está passando por um dos momentos mais complexos e difíceis dos últimos 20 anos. A estatal vem sendo bombardeada de todas as formas, diariamente, onde os petroleiros da ativa, aposentados e terceirizados, também sofrem com esses ataques.

Na última reunião do Conselho de Administração, no dia 26 de junho, foram aprovadas algumas decisões, mesmo com o nosso voto e posicionamento contrários. É a confirmação de uma nova realidade para Petrobrás e todos nós!

Os principais pontos discutidos foram:

1- Redução dos investimentos da empresa entre 2015 e 2019 no montante de mais de 76 bilhões de dólares, o que compromete o desenvolvimento da empresa no médio e longo prazo, bem como a geração de emprego e renda e a economia no país;

2- Redução de mais de 13 bilhões de dólares com despesas de pessoal próprio e terceirizado, que pode significar milhares de demissões de trabalhadores terceirizados e retirada e/ou rebaixamento de direitos dos próprios, como: AMS, Benefício Farmácia, Petros, avanço de nível e promoção automáticos, PLR, mudanças de regimes de trabalho, entre outros;

3- Venda de ativos da Petrobrás no Brasil e fora do país, que podem totalizar cerca de 57 bilhões de dólares, entre 2015 e 2019, que na prática significa a privatização branca de uma parcela significativa da empresa.

Entre esses ativos, como prioridade para a venda entre 2015 e 2016, estão todos os campos maduros de produção da estatal em terra e mar.

Diante da atual conjuntura, é hora de nos juntarmos – categoria Petroleira, FUP e seus sindicatos, Metalúrgicos, CNM, trabalhadores da construção civil e montagem, CONTICON, químicos e petroquímicos, CNQ, e iniciarmos uma forte luta em defesa da Petrobrás, da classe trabalhadora, empregos, dos nossos direitos e do PRÉ-SAL que também é patrimônio do povo brasileiro. Seremos a linha de frente na defesa contra esses ataques e contra aqueles que buscam se aproveitar do momento para se apropriar de uma riqueza que pertence ao povo brasileiro.

Nos próximos dias, estaremos encaminhando as primeiras ações e iniciando a nossa luta contra esse absurdo. Contamos com cada um de vocês, para juntos defendermos a Petrobrás e evitarmos o retrocesso na empresa e em nossas vidas.

Defender a Petrobrás, é defender o Brasil!

Um forte abraço,

Deyvid Bacelar

Um comentrio para Chegou a hora de nos unirmos e reinvidicarmos os nossos direitos

  1. José Domingos Júnior disse:

    Esse tem comprovado que é de luta…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

SINDIPETRO-CE/PI

Avenida Francisco Sá, 1823, Jacarecanga - CEP: 60010-450
(85) 3238-6355 / imprensa@sindipetroce-pi.org.br